Um Blog que visa informar, conscientizar e diminuir preconceitos frente á uma Rara Doença...
Minha caminhada pessoal contra um Tumor Cerebral localizado na Glândula Hipófise.
Uma Luta contra a Síndrome de Cushing!! Vencendo!!

domingo, 20 de junho de 2010

Papel da terapia medicamentosa na síndrome de Cushing


Cetoconazol...

O cetoconazol é uma medicação normamente utilizada como anti-fúngico. A partir de observações em diversos pacientes que utilizaram o cetoconazol com essa finalidade, observou-se que essa medicação causa, como efeito colateral, atividade sobre as adrenais, levando assim a uma inibição da secreção de cortisol.

O uso de cetoconazol, entretanto, não cura a doença. Ela passou a ser utilizada apenas como função paliativa, para se controlar a liberação de cortisol quando este se encontra normalmente muito elevado na corrente sanguínea, antes do paciente ser submetido à cirurgia hipofisária ou de adrenais.

Por agir diretamente na síntese de cortisol, cetoconazol tem sido empregado para diminuição da secreção deste hormônio em pacientes portadores de toda as causas de Cushing endógeno. Tem se utilizado esta droga principalmente no pré-operatório, no preparo de pacientes aguardando cirurgia, ou nos pacientes não responsivos à terapêutica cirúrgica (por exemplo, após-cirurgia transfenoidal), mesmo naqueles com câncer adrenocortical, nestes casos geralmente associado com outras medicações.

Assim o médico irá verificar se o uso de cetoconazol está dando certo a partir dos exames de cortisol sanguíneo, salivar e também de 24 horas, além dos exames de supressão com dexametasona - irá ocorrer uma redução da quantidade de cortisol, que será mostrada nesses exames. Entretanto, uma vez que trata-se de um evento adverso da medicação e a atividade do adenoma varia no decorrer dos dias, o controle da secreção do cortisol não é constante todos os dias (haverá dias em que o exame poderá dar mais alto e outros mais baixo).




Eu iniciei o uso de cetoconazol á 1 mês atrás após o resultado de Não Cura com a cirurgia transfenoidal, para a retirada do tumor hipofisário. Iniciei com uma dosagem de 200mg/dia e hoje estou tomando 600mg/dia, estou realizando exames de controle constante das enzimas hepáticas (TGO e TGP), pois o Cetoconazol pode ser hepatotóxico (ou seja, pode causar danos ao fígado), entretanto, eu cheguei a ler em matérias e no próprio D.E.F que é preciso ficar atenta ao uso de cetoconazol pois o mesmo não deve ser tomado por períodos prolongados. Mas essa é uma informação que minha médica ainda não cogitou... Porém ela sempre diz que devemos balancear os riscos/benefícios... Talvez seja pelo motivo que ele - o medicamento - não vai destruir o tumor e nem fazer com que as adrenais parem de secretar completamente o cortisol - em outras palavras, ele não trará a cura. Mas quem sabe ao menos qualidade de vida...

De qualquer forma, é um método recomendando para reduzir temporariamente concentrações altas de cortisol enquanto decide-se a nova abordagem a ser tomada.
E é nesse caminho que eu estou atualmente... Tentando esse remédio "milagroso", mas que me causa certo mal estar, enquanto aguardo á proxima conduta médica...

Os primeiros resultados de Cortisol e ACTH, após o ínicio do uso da Medicação ainda não ficaram prontos, espero conferir um resultado positivo na próxima consulta!!

3 comentários:

O Baú do Xekim disse...

Olá Karina, bom dia

Como está hoje?
Espero que se sinta bem.

Beijinhos.

natalia disse...

oi meu nome e natalia sou de araxa mg,encontrei seu blog estava lendo e achei ate engraçado pois parece q sou eu q estou contando a minha historia,decobri que tenho a sindrome de cushing a 2 anos e passo pelas mesmas coisas q vc,ja fiz duas cirurgias e todas as duas tive complicaçoes abriu a fistula e passei por uma....agora faz 2 meses que fiz a segunda cirurgia e e stou na esperança q vou me curar e muito dificil ne esta batalha.ficamos incapacitados de muitas coisas mas nao podemos nunca perder a fe e a esperança.se vc puder anota meu email para podermos conversar e nataliacontato@hotmail.com ficarei muito feliz de compartillhar minha historia com a sua pois sao praticamentes iguais.um abraço natalia

lety disse...

karina,
interessante o uso da medicação que eu nao conhecia. vi no forum em ingles que lançaram um remedio especifico pra cushing nos eua. dificil é saber quando chega aqui...
força, querida
leticia