Um Blog que visa informar, conscientizar e diminuir preconceitos frente á uma Rara Doença...
Minha caminhada pessoal contra um Tumor Cerebral localizado na Glândula Hipófise.
Uma Luta contra a Síndrome de Cushing!! Vencendo!!

sábado, 24 de dezembro de 2011

Festas sem Tristeza!! É Natal


Vocês querem entender por que a depressão é comum nesta época do ano?

Certa vez, durante o meu período de faculdade, eu já tinha lido sobre o aumento do número de suicídios perto das festas de final de ano, e alguns anos mais pra frente (hoje mais para trás), verifiquei isso na prática do meu exercício de profissão em ambiente hospitalar!! Comprovando assim que infelizmente essa é uma verdade!!

Mas o que leva muitas pessoas a se entristecerem no Natal?

Estou abordando esse assunto pois achei ele muito pertinente... Esses dias comprei uma revistinha (dessas de dicas para mulheres que ficam nas gôndolas de supermercados) e trazia um artigo justamente com esse tema. Hoje assistindo televisão, rodando pelos canais, encontrei um programa interativo que o apresentador tinha como enquete a questão da tristeza, solidão e melancolia nessa época do ano, onde as respostas eram se esses sentimentos aumentavam ou continuavam iguais nessas datas. A maioria das pessoas dizia sofrer dessa angústia e tristeza pré-festas, e ouvindo a opinião de tantas pessoas sobre esse assunto resolvi então escrever sobre isso.

Com a proximidade do Natal as pessoas tendem á ficar mais sensíveis (é lógico que sempre existem exceções), sentem o coração apertado, e as razões para isso podem ser muitas.

A comemoração do nascimento de Jesus é uma festa na qual, geralmente, a família se reúne, é um momento de carinho, de palavras confortantes, de perdoar, de se doar, e também por ser final de ano, de fazer balanços e planos para o futuro próximo. É lógico que esses sentimentos deveriam perdurar e se manifestarem durante todo o ano, mas, talvez seja justamente por nós nos esquecermos deles durante o ano inteiro, que nos sentimos de coração apertado nessa época ao ficarmos de frente com data de tamanho significado, que nos remete aos nossos déficits com a espiritualidade, com o nosso próximo e até mesmo conosco!!

Além disso, a rotina de preparação para essa data, exigida pelos rituais da sociedade, consomem tanto a gente, no sentido que tudo virá consumismo mesmo, que pode causar certa instabilidade emocional. Há um bombardeio da mídia de ofertas, ofertas de presentes, de produtos para a ceia, bebidas, viagens... Uma apelação para a inocência infantil... Que esses se esquecem de que comemoramos nessa data o nascimento de Jesus e não a chegada do Papai Noel!! Nas ruas uma correria frenética, cada um pensando egoisticamente, esquecendo os preceitos da data, uma ansiedade coletiva parece pairar como nuvens sobre os shoppings, centros de compras, supermercados e o trânsito, ahh o trânsito!!

Toda essa movimentação leva a uma série de emoções que influencia cada pessoa de uma maneira diferente. As pessoas mais frágeis tendem á perceber esse furor todo, podendo desenvolver um quadro depressivo, melancólico, uma tristeza sem motivo aparente... Já quem apresenta um perfil mais pessimista, olha para tudo isso com negativismo, com baixa de energia e não se sente capaz de reagir e fazer seus planos e projetos para o ano seguinte.

Também, essa é uma data que pode trazer muitas lembranças, algumas tristes, por perda de ente queridos, separações, doenças, etc. Sendo assim é normal ficarmos tristes por essas razões, mas, no Natal tudo isso é potencializado.

Perda, desesperança, solidão, frustração, nostalgia da infância, das comemorações que já não são mais as mesma, a distancia de pessoas queridas, a ausência, melancolia, desânimo, medo do que vem pela frente, angústia, remorso, culpa e vontade de chorar, são sempre sentimentos comuns á pessoas que apresentam esse quadro de tristeza e depressão frente ao Natal.

Isso acontece devido ao enorme volume de emoções evocadas e exacerbadas nesta época; as pessoas entram em contato com suas dores internas, que ficam mais afloradas.

E percebemos que não podemos fugir dela, ela fica ao lado, vai junto, independentemente para onde formos.
Já que ela não vai embora, o negócio é dar atenção para ela, ouvir o que ela tem a nos dizer...

E quem sabe de uma vez por todas, resolver as nossas pendências! Então como ficar longe da fossa??

Estes sentimentos são o caminho para dentro de nós, aquele caminho que tanto procuramos e muitas vezes não sabemos qual é a porta de entrada, e já que essa época do ano nos deixa propensos á tal, vamos aproveitar!

As emoções que nos incomodam são portas de entrada. Use as em seu benefício e não derrocada...

SILENCIAR é um instrumento poderoso para conter o turbilhão de pensamentos. (silenciar não é isolar-se).

Não julgar é outra forma de acessar o "espaço vazio" entre os pensamentos. Evite classificar tudo e todos, pois o burburinho mental interfere no diálogo interior.

Tenha expectativas realistas para si mesmo, sem exigir demais de si mesma, obrigando se a uma performance além da conta.

Respeite seus próprios limites e não cometa “auto- pressão”.

E o mais importante para vencer esses sentimentos, Não Se Isole!!  O Isolamento nesse caso pode exacerbar os sentimentos...

Outra dica que li em uma revista é sobre a essência de Olíbano, a Aromaterapia diz-se que este óleo essencial ajuda a romper vínculos com o passado e pode ser muito útil para pessoas que tendem a viver de acontecimentos passados, em detrimento de sua situação atual. 

Isso serve para mim também, na minha vida, não que eu seja uma pessoa triste, mas, eu sou sim uma pessoa muito nostálgica, apaixonada pelo passado, sou canceriana, e sempre me senti mais sensível nessa época do ano, festas de confraternização, coral, encerramentos, tudo isso me emociona e leva-me as lágrimas, e essa essência ajuda bastante (eu comprei ela em forma de incenso, mas acredito que o óleo seja mais efetivo). 

Tentem...

Porém após as confraternizações, o normal é vir uma fase mais calma e assim as pessoas se recompõe, porém, outras não conseguem deixar esse estado e o quadro pode permanecer e evoluir para uma depressão mais grave, por isso é muito importante que os familiares dessas pessoas e até ela própria, fiquem atento à oscilação de humor, choro sem motivo, problemas com o sono, alimentação, ansiedade excessiva entre outros sintomas presentes em quadros de depressão e instabilidade psíquica...

Mas amigos não vamos deixar de festejar o Natal, época tão bonita, de significado tão importante, vamos agradecer á Deus a oportunidade dos ensinamentos deixados por Jesus para nós, seus irmãos... Vamos dar valor ao que temos, nem demais e nem de menos, o valor merecido para cada coisa...

E o mais importante vamos fazer uma Prece, conversar com Deus é um ótimo presente e uma ótima maneira de vencer as angústias...



Eis a minha Prece de Natal!!

Deus, Senhor Jesus, Meus Anjos de Guarda!

Sou como todos.
Também tenho os meus pedidos especiais.
Mas não se preocupe!
Na verdade, tenho muito mais a agradecer, do que pedir.

Mas Natal não é Natal se a gente não reconhecer
tua Sabedoria pra refazer
todos aqueles pedidos de que tua Bondade já sabe que a gente precisa.

Olha, dá um jeitinho de acabar com todas as guerras.
Essa gente já brigou por tanta coisa!!!
Faz com que eles vejam a inutilidade de tanta disputa.

Também tem aqueles que não sabem amar e só odeiam.
Faz com que eles entendam que o nosso tempo é tão curto para
se desperdiçar com sentimentos menores.

Ah... tem também aqueles que me magoaram.
Faz com que eu me esqueça do que houve
e me dá luz e grandeza para eu aprender a perdoar.

Ainda tem aqueles que se encontram desesperados.
Dá-lhes conforto, um motivo de vida e mostra-lhes a maravilha
operada pela palavra Esperança.

Tem aqueles que já são meus amigos antigos.
Para esses eu peço o que sempre pedi:
Que eu possa sempre ser o que esperam de mim
e, se não o for, que possam entender meus limites.

Agora, tem os meus novos amigos.
Pará esses, o que eu peço é lindo e grandioso.
Que o milagre que fez a gente se encontrar
continue trazendo  belezas em nossas vidas.

Ah... e tem um pedido especial por quem eu quero pedir.
Minha Família querida, minha vida.
Dá um jeitinho deles nunca sumirem,
Já que não há como viver sem ter eles por perto.

Que eu possa esquecer as tristezas do ano passado
e, nesta prece, só te pedir alegria.
Faz com que eu possa acreditar que o mundo
pode ainda ser melhor,

E pra isso eu te peço...Fé.

Obrigado!

Obrigado meu Deus querido, pela vida.
Obrigada pelas oportunidades de crescimento.
Obrigada Anjos guardiões por nunca me desamparem, em nenhum momento
Obrigada Deus por tudo que fizeste por mim.

Obrigada pois nada me faltou.
Nem alimento, nem vestimenta, nem medicamentos, nem abrigo.
Não me faltou amor e nem carinho,

Não sofri nada do que eu não pudesse ter aguentado.
Pois não me faltou força!!
Sempre tive você amigo e meu irmão querido Jesus, a me dar sombra!!

Obrigada meu Deus, Obrigada amigos da Espiritualidade!!

Que Assim Seja!!

Amigos desejo á todos vocês um Natal cheio de amor, de paz, cercado daqueles que amam!!
Vocês são amigos muito queridos, e meu Feliz Natal é tão sincero quanto meu amor por vocês!!

Sei que deveria ter feito essa postagem antes, mas aproveito esse finalzinho da postagem para dizer-lhe sobre o resultado do Evento de Premiação do Top Blog!!
Fomos Top 1 (Olhem o selinho aí do lado...rs)... Fomos considerados Número 1 como Blog Pessoal de Saúde na categoria de Juri acadêmico como o melhor do Brasil!! Eita emoção!!! Quando subi no palco para discursar levei todos vocês junto comigo!! A vitória é nossa!!!



Certificado + Troféu

Obrigado amigos e um Feliz Natal pra todos!!!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Cheirinho de Estrada!!

Amanhã pela manhã, após alguns anos sem isso acontecer, pegaremos a estrada, eu, minha mãe, meu pai e minha irmã!! Apenas nós quatros!!

Não será uma viagem longa (4 horinhas) e nem para um lugar paradisíaco,  mas São Paulo tem lá seu charme... rs...

Porém o motivo da viagem é algo muito novo!! Estamos indo para a Premiação do Top Blog 2011!!

Com certeza um friozinho na barriga bate, mas vai ser um momento em família muito bom!!

Meu tio (irmão da minha mãe) mora em São Paulo, ele também irá no evento, e cedeu seu apartamento para nós ficarmos, aliás não cedeu somente o apartamento mas também á cama, os sofás... rsrsrs...
Esse é um outro bom motivo da viagem, matar um pouquinho a saudade do meu tio e primas!!

Já aprontamos a revisão do carro, fluido, óleo, pneus, combustível, GPS, entre outros itens de segurança!!

Já aprontamos a minha revisão, aparelho de pressão, glicemia, solucortef E.V, medicamentos termolábil, analgésicos, entre outros itens de segurança!! rs...

A única coisa que anda á me preocupar é a previsão do tempo em Sampa!! Possibilidade de 90% de Chuva!!

E chuva em São Paulo significa caos no trânsito!!!
E eu morro de medo de alagamento!! rsrsrs... Mas São Pedro é meu amigo e irá nos proteger!!

Amigos queridos, vocês não podem imaginar o significado desse prêmio para mim, não por questão financeira, pois o prêmio em si não cogita nada de valor, mas pela sensação de utilidade para á sociedade, já que o nosso Blog foi escolhido pelo Juri acadêmico onde necessitava preencher alguns quesitos, além dos votos dados por vocês ( Quesito Conteúdo, Quesito Apresentação, Quesito Interatividade, Quesito Criatividade, Quesito Atualização).


Isso confirma que sempre estive no caminho certo, que tudo isso que passei e venho passando tem um objetivo muito maior que algo somente para mim e minha família!!


Amanhã será decidido as colocações, sinceramente amigos, não importa se seremos, 1º, 2º ou 3º!! O que importa é que estamos atingindo milhares de outras pessoas, tirando do anonimato uma doença cruel, e que pouco é dado á ela em atenção seja de recursos de pesquisas, e principalmente na área farmacêutica!!!


Quero que saibam que amanhã, levarei vocês junto comigo no meu coração!! E quando eu estiver subindo no palco, eu tenho certeza que não estarei subindo sozinha, estarei subindo com todos vocês, amigos queridos, que fazem parte dessa minha história, pois se não fossem vocês aí do outro lado, ela jamais teria eco, e não estaria alcançando voos tão altos!!


O meu grande abraço, o meu beijo apertado e assim que o resultado sair, venho comemorar aqui com vocês!!
Muito OBRIGADA, mais uma vez!!! E mais quantas vezes for possível dizer!!



 

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Top 3 - Finalista


Amigos... 

O QUE É QUE É ISSO???
rsrs...  
E não é que conseguimos?? 
Estamos entre os 3 Finalistas da Categoria Saúde do Top 3!!
Top 3!! De todo o Brasil!!
Não é doido?? rsrs...



Puxa...
Primeiramente, quero agradecer á todos vocês, que ajudaram não somente com o voto, mas que sempre me ajudaram com a presença, seja ela física (aos amigos próximos da "pele"), seja ela virtual...
Que me apoiaram com comentários de força, de coragem, que me tiraram o riso em momentos de lágrimas e me alargaram o olhar em momentos de angústia...
Que trouxeram luz na escuridão!!
Não dá nem para nomear... São tantos nomes, tantas histórias, que me vem na mente agora... Mando á todos nesse momento minha energia de amor, de carinho e gratidão!!

Lembro-me dos primeiros passos desse Blog... Um tanto quanto inseguro, sem rumo, sem saber por onde ir... Mas com uma única intenção a de ajudar ao próximo, de me sentir útil em um momento em que você mais precisa do que pode dar... De poder oferecer á mão amiga aquele que sofre sem saber com quem está á lutar...

Me recordo sempre dos primeiros amigos blogueiros que aqui foram chegando, e dividindo comigo suas histórias de vida, tratando á minha com todo o carinho!! Os amigos "Portugas" que amo e que sinto-me próxima mesmo longe tantos kms... As minhas amigas lindas que conheci em uma comunidade lindíssima do orkut (o orkut ainda existe? rsrs...) e que foi meu esteio em muitos momentos e que sempre tiveram aqui presente, divulgando á causa do Blog e zelando pelo meu bem-estar... As minhas 3 irmãs de coração que conheci através dessa blogsfera (e que juntas formamos o Quarteto Mágico), minha família amada, amigos queridos que sempre foram fãs dos meus rabiscos... Os amigos que chegaram no meio, que chegaram por agora, que chegaram em postagens de riso ou de choro, que encontraram o blog durante estudo para faculdade, ou durante o desespero do diagnóstico incerto, ou certo...

Muitas foram as pedras no caminho, ouvi de algumas pessoas para que eu abandonasse o Blog, que falar de doença não era coisa boa... Mas... Um único remédio nem sempre é bom para todos, e para mim escrever, estudar sobre a doença, ouvir amigos na mesma situação ou em uma situação diferente, foi e é um dos meus melhores remédios!!

E hoje ao ver o Blog tomar esse rumo, chegar á essa classificação em um Concurso tão conceituado, me enche de alegria pois ele está cumprindo com o seu objetivo primário!! Aquele que está lá no cabeçalho do Blog: "Um Blog que visa informar, conscientizar e diminuir preconceitos frente á uma Rara Doença... "



 Estamos vencendo meus amigos... Estamos Vencendo!!

Assim que souber mais detalhes do Concurso, posto mais novidade!!

Um Beijo enorme no coração de vocês, e em breve venho postar novidades sobre meu estado de saúde!!

Mais uma vez o meu MUITO OBRIGADA!!!! Sem vocês essa história não seria á mesma!!

Ps: Abaixo o Link da Classificação!!

http://www.topblog.com.br/2011/index.php?pg=Top3

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Só Doí quando Respiro!!!



Dor é uma sensação desagradável, que varia desde desconforto leve a excruciante, associada a um processo destrutivo atual ou potencial dos tecidos que se expressa através de uma reação orgânica e/ou emocional.



Amigos,primeiramente, peço desculpas por deixá-los tanto tempo sem notícias!! Jamais foi minha intenção causar preocupação á vocês.

Venho escrevendo á dias esse texto, devagarzinho, quando me sentia disposta, e peço desculpas se me prolonguei demais, e se os assuntos ficaram incoerentes ou desconexos, pois quando escrevemos o mesmo texto por vários dias, tudo varia, jamais somos a mesma pessoa!! Entendo caso não concordem com minhas opiniões, ou que simplesmente não queiram ler uma postagem tão extensa!!

Esses meses venho sentindo muita dor e bastante inquietude, devido ás péssimas noites de sono (ou á ausência total dele)!! E com tudo isso, muitas consultas médicas e exames... Mas acredito que estou no caminho certo... (mas falo sobre isso outro dia)

São Dores físicas, psíquicas, emocionais... Dores da Doença e da Existência!!

Na Base de analgésicos, Banhos quentes, Compressas, Chás, Florais, Homeopatia e Alopatia!!

Diz o antigo ditado: “A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.” Mas será mesmo??

Quantas dores e sofrimentos passamos ao longo de nossa jornada...

E desse modo:
Lágrimas, dos olhos caem. Lágrimas, do coração padecem.
Lágrimas rolam pela face. Lágrimas da alma descem.

Vivemos em uma dimensão que não podemos avaliar qual das dores que nos causa maior sofrimento. Isso é individual!!
Apesar de muitas dores serem coletivas... Cada Ser Humano tem a sua própria dor... Assim como Seu Limiar para classificá-la!!

Cresci ouvindo que as Mulheres da minha família são fortes, e guerreiras... E sempre tive um Alto Limiar para dor!!

Minha avó sempre diz que é “feio” o escândalo frente á dor... Que não se deve gritar e nem desesperar, pois isso só irá piorar a situação!! E jamais amenizar... Concordo!!

Frente á um corte, quanto mais se grita, mais ele sangra...

Frente á uma fratura, quanto mais se debate, mais danos ocorre...

Frente á um mal-estar, quanto mais chora, mais ar lhe falta aos pulmões...

Frente á uma dor emocional, quanto mais se desestabiliza, mais á beira do desespero e da loucura ficamos...

E escrevendo essa postagem agora, me lembro de uma situação (uma daS) que vivenciei quando pequena; eu deveria estar com meus 6 anos de idade, e após um tombo ganhei um enorme corte no queixo (sempre fui muito serelepe, e cortes, fraturas, galos e roxos eram grandes companheiros) ... O corte era bem profundo expondo o osso... Minha mãe ligou correndo para a minha avó, e a mesma pediu para mamãe seguir ao Hospital comigo o mais depressa possível. No caminho mamãe ia conversando comigo, me mantendo calma e segura (apesar de eu ver nos olhos dela imensa aflição). Lembro-me que minha avó chegou ao Hospital antes de mim, e entrou comigo na sala de suturas (mamãe não gosta muito de sangue), e então ela me disse no pé do ouvido: “- É isso aí... Aguente firme, você nunca está sozinha!” Me deu sua mão e pediu que eu apertasse cada vez que doesse muito (tadinha das mãos da minha avó... rs), Sai da sala com um “punhado de pontos no queixo me sentindo toda orgulhosa, por ter aguentado firme, a dor, a injeção, as suturas, sem contar os iodos ardidos... rs...

E até hoje quando passo por um momento difícil, me lembro desse, que pode parecer pequeno, bobo, perto de tantos outros sofrimentos, mas que foi importante para eu aprender a lidar com a dor... Com certeza já havia passado por dores antes desse episódio, mas é desse que me lembro como maior superação...

Depois deles também já tive milhares de outras dores... (e que dores...)

E, toda dor é dolorida...

Cada um de nós procura justificativas para afirmar que a nossa é a mais sofrida de todas elas.
Acredito que somos egoístas ao falar em dor!! Ou até mesmo nos tornamos egoístas quando estamos com dor... Pois a impressão que temos é que a nossa é sempre maior!!

Porém outra coisa que sempre aprendi desde pequena, e que ninguém deveria fazer é:

Julgar á dor do outro!! Seja ela psíquica ou Física (por isso que tenho dó desses Médicos Peritos... Eita emprego perigoso... Você nunca sabe se pode dormir tranquilo).

Em meio ás minhas leituras, conheci Rabino Harold Kushner, que em seu livro “Quando Coisas Ruins Acontecem às Pessoas Boas” (Ed. Nobel, 1981), ele reflete sobre a necessidade de sentirmos dor; não que seja ótimo sentir dor, mas a dor é um aviso que o organismo humano envia para nos lembrar de que alguma coisa não está indo bem e que precisa ser regularizado. É uma oportunidade para revisarmos nossa saúde. Outras vezes a dor vem em virtude de esforços que fazemos superiores àqueles que podemos suportar, nos avisando também quando é hora de parar. Para Kushner, “a vida seria perigosa, talvez impraticável, se não pudéssemos sentir dor”.

A dor, seja ela física, emocional ou espiritual, é um custo de nossa existência humana.

A dor nos visita. E nossa primeira reação é fechar a porta e seguir ignorando a sua batida persistente. Ninguém quer recebê-la, e assim também é comigo...
Podemos dar-lhe as costas, ignorá-la momentaneamente, mas sua visita é marcante. A menor percepção de sua chegada deixa sua marca e não é possível seguir sem saber de sua existência.
E tem que ser assim porque ela existe para nos "acordar", alertar-nos, para que possamos perceber o que traz em sua bagagem, o que pode nos oferecer (e daí depende de cada um receber com bom ou maus olhos o que ela nos tem a oferecer)

Penso que engana-se aquele que a julga apenas como desventura, castigo e passa por ela somente lamentando a sua existência e, pior ainda, julgando-a desnecessária e sem propósito. Para mim, pensar dessa forma é a mesma coisa que pensar em um Deus Injusto, pois porque eu teria que passar por tudo isso com tamanha dor e outras pessoas não?

Acredito que sua existência é fértil, sempre traz no seu seio a semente que se transformará em fruto doce de compreensão e crescimento se for plantada na "terra" sábia da resignação e na busca autêntica de ensinamentos e mensagens produtivas.

Sei o quanto é difícil não se lamentar, somos seres humanos, imperfeitos, por vezes perdemos a fé, nos cansamos e viramos rios de lamentações, assim é comigo também (2)... Não há como sermos eternos “Pollyanna”...  Mas logo recobramos a razão, a fé, e a esperança... A dor muitas vezes tenta nos cegar de tudo o que é bom... Acredito que falar da dor é um ótimo modo para reconhecê-la em sua totalidade, de aprender a lidar com o sofrimento... O desabafo é necessário para o corpo e para nosso espírito... Busco sempre usar desse recurso!
O que se torna desproposital é a lamentação melosa, continua, vitimizada, que de nada adianta, apenas mascara a desistência de buscar melhoras!! Não devemos desperdiçar as nossas energias num processo de deterioração daquilo que nos é tão importante para viver aqui e agora.

Mas vale a pena! Tem que valer a pena passar pela dor sem revolta... Com aceitação (aceitação não é comodidade) e dignidade!!

Eu sei... Eu sei... é difícil pra caramba, perceber a lição que nos é passada por este quadro de dor e sofrimento e ainda por cima ter que absorver ensinamentos durante esse momento.
A dor sempre será, para nós, a companheira indesejada, ingrata. Aquela que, carrega o tempo todo, o veneno que nos oferece assim, de pronto. Então, vivemos a espantá-la com pensamentos fracos de otimismo e falsas esperanças.
Enganamo-nos o tempo todo, acreditando que a enganamos com os nossos poucos conhecimentos da vida.
Driblamos seus passos com destreza felina. Porém, mal damos às costas, ela assombra na próxima curva.
Temos pré-conceito milenar de fugirmos das oportunidades de crescimento que a vida nos dá. Pode perceber que sempre buscamos o mais fácil!! O menos doloroso...
Vivemos assim, desconectados da escola e da professora que, através de várias sinalizações, tenta mostrar o objetivo de estarmos sentados na carteira que ocupamos.
E a dor, instrumento hábil da “professora” vida, pouco consegue, ao longo de tanto tempo, esclarecer sua real finalidade.

Por isso o melhor á fazer é recomeçar todos os dias... Nunca é tão tarde assim para recomeçar a caminhada. E nesse recomeçar, certamente, tua amiga dor te baterá à porta. Abre-a e por mais difícil que te possa parecer, debata com ela, fale sobre ela, escreva.
Acredita: será mais fácil, menos apreensivo.
A linguagem, a escrita poderá te causar certo conforto frente a algumas dores e a ajudar a buscar mentalizações e posturas revigorantes. Pode até ser que algumas dores (normalmente as relativas ao emocional e espiritual) se resolverão por si, apenas ao expor.
E então, perceberemos quanto tempo perdemos, sofrendo desnecessariamente. Compreenderás que foi o teu próprio lobo, ao longo de algumas jornadas.

Difícil de fazer? Para muitos amigos blogueiros que assim como eu adoram escrever, não será tanto... rs
Difícil de acreditar? Talvez... Mas há quem acredite em outras coisas que sejam difícil também...
Mas mais Difícil, mesmo, é passar pela dor sem aproveitar nada!! Se assim for será bem mais dolorido “lá pra frente”.
Que seja apenas então, olhar um pouco mais para este nosso interior enxertado de vida, força, alegria e coragem. Que existe em todo ser, apesar do corpo doente e “judiado”! Olhar além das futilidades!!

Com a grande certeza de que só estamos a estagiar aqui, e mais ainda, o que pertence a este mundo físico, fica no físico. Amigos, não é o sofrimento que nos faz amadurecer e sim a compreensão desses percalços que nós necessitamos para enxergar e caminhar conscientes de que somos nós mesmos os juízes das nossas forças e das nossas fraquezas. Conscientes de que todos fomos criados, sem distinção, para uma única finalidade: evolução, progresso e amor.

Assim já dizia Jesus:  “Felizes aqueles que sofrem, porque serão Consolados”. Lembrem sempre dessas palavras!


PS: No dia de Hoje sei que muitos devem estar sentindo á dor temporária da saudade... Saudades daqueles que já partiram para o Plano Maior!! A saudade é tão dolorida quanto ou até maior que qualquer outra dor... Fiquem tranquilos, o reencontro é certeiro, assim como nossos laços de amor são eternos, tudo acontece no Tempo do Nosso Deus... Conversem sempre com seu ente querido que já partiu, ele sempre estará pronto á lhe ouvir!! E a vida continua em ambos os lados...


Amigos aos pouquinhos passarei no cantinho de vocês...

Um Beijo cheio de Saudades á todos!! Fiquem Bem...

domingo, 25 de setembro de 2011

O Bicho da Astenia me Pegou!!



Astenia (do grego a-/an-, "negação" e sthénos, "vigor" ou "força") é um termo empregado em medicina para designar uma fraqueza orgânica, porém sem perda real da capacidade muscular.


Bom se é que eu realmente recuperei minha capacidade muscular, perdida com a doença, depois da quantidade de fisioterapia que realizei!!

Ô coisinha ruim de sentir...

Ahh... Mas também... 

Pela Wikipédia, a enciclopédia livre, ás causas comuns de Astenia são:

§  Anemia
§  Ansiedade
§  Diabetes
§  Gravidez
§  Distúrbios Metabólicos


De 15 itens citados, 10 (DEZ!!) Se encaixam em meus diagnósticos comprovados ou em (? – pra variar), Fora que a palavra Astenia como Reação adversa encontra-se em quase todas as bulas das medicações do qual faço uso, então como não sentir realmente essa Astenia??

Eu acordo, cansada, esmigalhada, parece que lutei a noite toda em uma guerra épica!!
O duro é que apesar de eu estar cansada emocionalmente de algumas coisas, esse desgaste não é para tudo, com isso essa astenia se torna um impasse na minha vida (mais um...)!! Uma luta diária contra as minhas vontades e as vontades do meu corpo que desde que foi acometido por essa tal doença passou a ter vida própria e vontades individuais...

Eu penso, “hoje quero colocar minha cachorra na coleira e ir dar uma volta no condomínio”. Quando vejo a vontade do meu corpo imperou novamente, e a astenia vence!! Inúmeras vezes propus a minha mãe á ajuda na arrumação do escritório aqui de casa (Sou metida á designer de interiores/decoradora mequetrefe), e então mais um ponto para a tal Astenia!! Começo realizar projetos do qual não consigo encontrar forças para terminar...

Culpa da Astenia!!! 
Comei a organizar alguns armários, papeis importantes e outros nem tão importantes do meu quarto, e já irá fazer  1 semana que está nesse estado da foto!! Isso me incomoda muito, pois eu sempre fui muito organizada (até sistemática demais com algumas coisas), então isso provoca um sofrimento duplo, por não fazer o que é preciso e por me sentir incapacitada de fazer o que é preciso!! Como se já não bastasse à dor como algo incapacitante ainda tenho que aturar esse Bicho da Astenia??

O duro que é difícil não associar Astenia com Preguiça!! Até eu muitas vezes me acho preguiçosa, mas eu sinto vontade de fazer tanta coisa, e muitas vezes me esforço além dos limites para fazê-las...  
Por isso não é Preguiça!! 
Mas como morro de medo desse julgamento, as vezes me esforço mais do que podia e acabo ficando mal com isso!!
Eu sei que minha família não me julga, minha mãe sempre diz “- Filha eu conheço você uma vida inteira e preguiçosa você nunca foi, começou a trabalhar com 15 anos, fez 5 anos de faculdade  e sempre trabalhando junto, além de todas as outras atividades dentro e fora de casa que você sempre realizou”. 
Mas acho que o julgamento que tenho medo é do meu mesmo!!

Bem mas não tô aqui para mais uma vez chorar as pitangas esse Blog anda encharcado de lágrimas!! Está parecendo o rio das lamentações...

Só queria dizer  á todos que o motivo de postar com frequências menores também é culpa dessa Astenia!! 
E aproveito para me desculpar  dos amigos que me enviam e-mails e que não ando respondendo, é que está meio complicada essa fase, mas prometo tirar o atraso!! 
E saibam que apesar de eu não responder, vocês e a história de cada um de vocês estão sempre em meus pensamentos e em minhas preces também!!

Uma ótima Semana á todos, e Fiquem com Deus!!

PS: Mais uma semana de médico e decisões importantes!! Torçam por mim!!!

Beijinhos!!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Desabafo


Já de antemão, aviso que essa postagem não tem nada de purpurina, positivismo, ou mensagens alegrinhas!! Precisava de uma válvula de escape!! Pode até ser que me arrependa depois de publicar essa postagem, mas essa é uma das alternativas para retirar essa angústia persistente, frente a momentos pertinentes!!

Leia quem quiser!!

Estou vivendo uma fase da minha vida, que se eu não mantiver Fé e Esperança, desmorono!!
Busco uma força maior que todas, para manter a felicidade, o riso; luto todos os dias com o medo do conhecido-desconhecido;  luto contra meus pensamentos negativos, contra meu desespero interno; luto tanto diariamente que ao me deitar me sinto exausta, e nem sei mais quem sou eu!! Será que perdi até mesmo a minha tão conquistada autenticidade??

Apesar de estar cercada de pessoas de coisas materiais, sinto um abandono indescritível, é como se eu estivesse a me despedir de tudo e de todos, e como se eu estivesse perdendo o meu lugar nesse mundo!! Como se não pertencesse a mais nada!!

Mantenho a vida, me coloco forte e sorridente, não quero afastar de perto de mim os poucos amigos que ficaram!! Pois sei que minha família por mais chata, chorona que eu esteja, esses sim não vão me abandonar, nem me ignorar...

Lidar com essa transformação caótica da minha vida parece que vem pesando mais agora, acho que é o acúmulo dos anos anteriores... Acho que antes eu acreditava realmente, sem nenhuma dúvida, que tudo iria melhorar, que as coisas tinham esperanças... E que realmente eu teria tempo e forças para superar tudo o que me aconteceu!! Já Agora, nem tanto... Isso não significa que eu tenha desistido de lutar pela vida que idealizei para mim, mas que talvez eu não confie tanto assim que as coisas possam melhorar, e que muitos dos meus sonhos possam vir a se realizar...

Minha mãe costuma-me dizer que o Homem que não possuí sonhos, ou planos, morre, sucumbi... Então pelo menos por essas semanas estou á sucumbir!! Não quero planejar nada para não me frustrar... Não quero sonhar o que se julga impossível!! Já fiz muito isso na minha vida!! Antes eu não ligava para a frustração eu superava, e o que era impossível eu me contentava em apenas sonhar!! Sempre fui uma sonhadora nata!! E até essas minhas qualidades de superação essa doença está levando!! Ela está levando de mim tudo, de forma sorrateira e silenciosa, está tirando minha vida bem debaixo do meu nariz!!

E eu?

Bem eu tento, tento sim esquecê-la, mas ela insiste em se fazer presente á cada limitação, Tento apaga-la, mas essa se mostra á cada horário de medicação, se faz presente a cada olhar quando me encontro com conhecidos que não me veem á tempos, ou com desconhecidos que não conhecem minha história, se faz gritante frente às dores e mal-estares, se exibe quando olho no espelho e pouco reconheço a menina despreocupada, bonita, engraçada, independente, alegre e cheia de sonhos e esperança na vida, de três anos atrás...

Isso sem falar em aparência física, pois isso já me foi dolorido algum dia durante o adoecimento, hoje já não me machuco mais com o excesso de peso, as unhas frágeis, a pele manchada, ressecada, o cabelo que se perdeu e hoje tornou-se fino com falhas, as cicatrizes cirúrgicas e as deixadas por medicações e pela própria doença...  Eu Falo de qualidade de vida, qualidade de vida que nem com tratamentos paliativos se consegue alcançar!! Cura então está difícil de acreditar!! É F*** falar isso, eu tento todo dia me convencer que ela existe e pode acontecer, mas que anda difícil anda!!

Eu sei que do mesmo jeito que o adoecimento levou aquela Karina antiga embora também trouxe uma nova!! Concordo e sempre concordei com todos os benefícios que a doença trás para nós, em questão de evolução espiritual, uma nova visão de vida, novos conceitos, aprendizado, (sem falar nas amigas novas)... Mas também me trouxe muitos prejuízos, medo, insegurança, desconfiança... Coisas que antes meu coração não tinha!!

Medo: de perder quem amo, medo de perder qualquer coisa, medo do futuro, medo da dor constante tanto física como emocional.

Insegurança: diante da vida, das situações do cotidiano, das decisões a serem tomadas.

Desconfiança: de realmente não ser amada, das palavras ditas, do olhar do outro, do acompanhamento médico!!

Coisas  bobas, que pode ser, que passem hoje, amanhã, ou daqui á algum tempo...  Mas espero de verdade que passem!! Pois essa NÃO SOU EU!!!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Sem Comentários...


Ah!
Se o mundo inteiro
Me pudesse ouvir
Tenho muito pra contar
Dizer que aprendi...
E na vida a gente
Tem que entender
Que um nasce pra sofrer
Enquanto o outro ri..
Mas quem sofre
Sempre tem que procurar
Pelo menos vir achar
Razão para viver...
Ver na vida algum motivo
Pra sonhar
Ter um sonho todo azul
Azul da cor do mar...

E que venham novos caminhos, e que venham novas Lutas!! 
Minha família e amigos comigo sempre!! Deus ao meu lado eternamente!!!

Beijos carinhosos á todos que me acompanham por aqui e na vida!!
Não vou desistir!! Jamais!!


Link da entrevista que participei (via telefone) feita pelo site Oncoguia:


http://www.oncoguia.com.br/site/interna.php?cat=65&id=3704&menu=6

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Meu coração não sei porque...

Bate ainda... Ainda bem!! Mas tão descompensado... Desordenado... Me tirando o sono tantas noites...

Ele já teve todas as "ias" possíveis: Taquicardia, Bradicardia e Arritmia...
Já tomei atenolol, propranolol e diversos outros "ol"...

Amigos, prefiro passar mal do estômago, ter dor de cabeça, um corte no dedo da mão, uma infecção, mas não sentir dor no meu coração!!


Ô coisa ruim, que me remete a morte, que me trás medo de dormir sozinha e até de me mover na cama!!

Fico parecendo o Chapolin Colorado "Todos os meus movimentos são friamente calculados" !

Fico como uma estátua!! Não durmo, não viro, e quase nem respiro!!
Isso é vida?? Eu sei que existem pessoas muito piores que eu... Mas eu quero ser como as melhores, não apenas me contentar com tamanhas limitações e péssima qualidade de vida!!

Quero dormir aquele sono tranquilo, merecido, não aquele sono todo atrapalhado cheio de sobresaltos e insônias constantes!!!

Se fosse apenas as insônias constantes, o maior problema são as dúvidas que também se tornam constantes!! A cada repetição de sintomas, a cada sintoma novo, a cada piora e melhora imprevisíveis, a cada consulta médica, a cada novo exame!! Chateações constantes!!

As vezes  me pergunto até quando minha vida será assim..?? E porque ela anda assim?? Quero muito respostas!! Quero saber se devo ou não me acostumar com essa nova Vida?? Mas ninguém parece saber-me responder!!
E eu então com a vida estagnada... Nem ata nem desata, nem vai pra frente nem pra trás...
Simplesmente Parada!! Pausada!! Paralisada!! Suspensa!! Imóvel!! Enguiçada!! Estacada!! Imobilizada!! Em Greve!!
Poderia eu ficar aqui citando milhares de sinônimos para os sentimentos frente a minha vida!!

Dizer que eu não tento é mentira!! Todo dia faço algo pela minha vida, tento explorar novas perspectivas, novos prazeres... Dou muita risada e sou sim uma pessoa Feliz, ao contrário do que algumas pessoas pensam, nunca me entreguei a depressão, nunca desisti de nada!! Tenho sim dias triste, mas quem não os tem?? Olho sim para o passado, para coisas que não voltaram mais á ser como antes, Mas quem não olha para trás??

Voltando ao coração, quer coisa mais horrível que você não poder mais fazer uma simples caminhada sem se sentir mal, as escadas se tornarem inimigas e até os simples afazeres domésticos se tornarem batalhas diárias!!

Mudanças desse tipo é de deixar qualquer um com saudades do passado (mesmo que estressante)...
Mudanças desse tipo é de deixar qualquer um com medo de morrer!!

Posso falar com propriedade sobre isso, pois esse meu coração (é lógico que o culpado inicial foi a hipocalemia), mas já me levou a ficar 4 dias em um leito de CTI... Já me deixou muito mal... Por isso tenho tanto medo quando ele se mete a fazer essas brincadeirinhas de mal gosto... Batendo forte e descompassado, como se tivesse bolhas dentro dele... Uma vontade de tossir que parece que ele vai sair boca á fora!!

E então quem é que dorme?? E o medo de amanhã não abrir mais os olhos!!
É até mesmo uma questão de estatística!! Na maioria das mortes súbitas o culpado é o CORAÇÃO!!

Ando sim, meio medrosa... Tenho todos os conhecimentos, da área cientifica, física e espiritual... Tenho um entendimento amplo e seguro da questão da morte, da separação momentânea do corpo físico e espiritual... 

Nada de material me apega a esse mundo, mas a minha família, meus amigos... Cada vez que penso neles, a morte para mim é sofrida demais!! Fora que morrer doí!! Como sei disso?? Já perdi uma das minha 7 vidas durante essa trajetória e morrer doí sim e muito!! Sentir teu corpo perder temperatura e tua pressão chegar a imperceptível doí demais!! Uma dor que não dá para descrever, é única e difusa!!

Queria muito encontrar a ponta da lã do meu novelo!!! Para puxar o embaraço e tirar esses nós, e resolver tudo isso!! O problema é que tudo sempre esbarra em outro problema, sempre esbarra em mais alguém!! É horrível pensar assim mas hoje minha vida depende da boa vontade de médicos, por mais que eu tente contornar essas pedras e ir levando minha vida, infelizmente dependo do empenho desses médicos pois na maioria das vezes farão toda a diferença em minha vida!!

Mas hoje em dia encontramos muitos médicos que buscam casos fáceis, daqueles fáceis de diagnosticar de se tratar e despachar (não são todos, pois conheço muitos que não são assim), mas infelizmente já conheci alguns desse tipo!! Que se o paciente tem dificuldades durante o tratamento, se o organismo não responde como o esperado ao protocolo, eles simplesmente repassam o caso para outro médico...

Incompetentes?? Nem sempre, as vezes é simplesmente preguiça, preguiça de estudar de demandar mais tempo, de buscar alternativas fora de um protocolo... De correr o risco de fracassar frente á um caso, seja diante do mau prognóstico ou da morte eminente!!

Ahh amigos me perdoem por tanto baixo-astral, mas precisava dar uma "sessão de descarrego" nesses sentimentos... Vou parando hoje por aqui, pois estou tão ****### por dentro que poderia ficar por horas aqui á escrever!!

Mando um Beijo no coração de todos vocês que estão sempre aqui á mandar comentários tão gostosos de ler!! Obrigada queridos amigos pelo carinho e essa amizade de sempre!!



domingo, 31 de julho de 2011

Um Presente de Criança!!

Oi amigos!!! Hoje quero dividir com vocês um pouquinho dos mimos que recebi durante o meu aniversário (no dia 20/07) e a realização da biópsia... Quero primeiramente agradecer as preces e recadinhos lindos com palavras preciosas que vocês dividiram comigo nessa data de comemoração de mais um ano de existência terrena!!

Passei a manhã do dia 20 muito ansiosa, devido á realização da biópsia que seria feita ás 16:00hrs... Minha irmã amanheceu com uma conjuntivite e por ordem médica não foi trabalhar passando o dia em casa!! Mamãe preparou um almoço só para meninas e passamos o comecinho da tarde deitada ás 3 na cama da mamãe!! Quer coisa mais calmante que cama de mãe?

Ás 15:30 meu pai chegou para levar eu e mamãe até o local do exame, já que eu não saberia se poderia dirigir após o exame...
Quando á enfermeira chamou para entrar na sala do procedimento, ela disse que se minha mãe quisesse entrar ela poderia, e é lógico que ela queria e muito estar comigo nesse momento!! E confesso que fiquei mais tranquila sabendo que ela estava ali!! Podem até criticar, mas sou meio "bebezona", adoro ter minha mãe por perto!! rsrs...

Na sala haviam uma médica e um médico, um radiologista e uma enfermeira, muito simpáticos, e empáticos procuravam me tranquilizar. Enquanto eu colocava a famosa camisola, minha mãe passava aos médicos meu histórico e tudo o que eu já havia enfrentado!!

Aquela sala gelada, aquele gel gelado, e eu em pensamento pedindo á Deus que a médica pudesse fazer a biópsia de forma correta, que ela conseguisse aspirar, coletar as células de forma correta, e que o resultado fosse aquele que eu tanto venho pedindo... Escutava as discussões deles á respeito do nódulo, que ele havia aumentado um pouco de tamanho em relação á ultrassom de junho... e mais um monte de termos que preferi nem prestar atenção... A picada da entrada da agulha não é tão dolorida quanto á punção e as manobras que ela faz com aquela agulha dentro do nosso peito!! Eita incomodo horrível!! Mas para que já aguentou um cateterismo cerebral... A gente aguenta qualquer coisa!!

Após o termino ficou apenas latejando o local!! Papai foi buscar nós e para começar os mimos me levou para comer um pastel com coca!! Hummm....

Cheguei em casa e tirei um cochilo gostoso que fez diminuir bastante o incomodo da dor...
Como eu não queria nenhuma comemoração, minha mãe e irmã me convenceram á irmos jantar no restaurante Japonês do meu cunhado e do meu Pai... Apenas nós... Pois eu não queria festa, nem ninguém em casa!! (ás vezes sou meio chata com festas)... Sendo assim concordei...

Modestia minha falar do restaurante da minha família, mas lá é uma delicia, um ambiente muito bom e o cardápio então nem se fala!! Adoro as especialidades de sushis fritos, que é o que tô podendo, mas amo todos e também o tepan misto!!


Foi um jantar muito gostoso, pude relaxar, conversar, rir... Esquecer um pouco a loucura que havia sido á tarde!! Mas quando eu menos esperava, essa minha família apronta comigo!!

Como já disse sou meio "bebezona" e sempre fui muito "muleka"... Adoro vídeo-games e há tempos queria comprar um mas sempre achava que era coisa sem  necessidade, que existiam outras prioridades, e acabava deixando para lá!! E não é que esse povo me faz mais um mimo?? Pois é ganhei um presente que nem poderia imaginar!! Surpresa mesmo!! E Surpresa é sempre bom!! Mas os mimos não pararam por aí, Mamãe que havia ficado o dia todo se desculpando por não ter feito um bolo de aniversário (e eu dizia que não precisava pois não me fazia falta, pois eu normalmente sou bem desprendida de presentes e rituais de aniversário)... Me trouxe um bolo maravilhoso de caramelo e nozes...


Coisa Boa de Aniversário não é mesmo??? Festinha de Criança mesmo!! E foi assim que me diverti feito criança!!



Por enquanto continuo no aguardo do resultado da biópsia e nessa quarta farei nova pericia médica trabalhista!!! Ansiosa frente aos resultados!! Haja chá de camomila!!

Beijinhosssss á todos tão carinhosos como esse da foto, dado por mamãe e irmã!!

Ahhh.... Só para encerrar quero deixar/compartilhar com vocês a cartinha que ganhei dessa família linda que tenho:


Clique na foto para ler melhor!!!